Conheça os materiais mais utilizados em cirurgias médicas

Instrumental cirúrgico

A medicina é um dos campos do conhecimento mais dinâmicos, em que as mudanças e a incorporação de novas tecnologias acontece num ritmo que muitas vezes é difícil até para especialistas acompanhar.

Os equipamentos cirúrgicos e os diversos instrumentos para cirurgia passam constantemente por modificações, de acordo com a especialidade a que se destinam e seu uso mais ou menos constante.

Portanto, a cirurgia médica, e ramificações como cirurgia neurológica, de coluna, bucomaxilofacial ou mesmo odontológica é uma especialidade complexa, que demanda alto nível técnico por parte dos médicos que se dedicam a esse ramo da medicina.

Entretanto, o instrumental cirúrgico é categorizado pela utilização com que se emprega nas cirurgias, que embora tenham cada uma suas particularidades, seguem um roteiro básico, que deve ser observado por todo médico cirurgião.

Desta forma, temos a seguinte divisão dos instrumentos:

Diérese

São os instrumentos utlizados para realização de cortes e incisões, como bisturis e tesouras. São utilizados em diversos tipos de cirugias, tanto gerais como especiais.

Hemostasia

Por hemostasia entende-se o estancamento de sangue em vasos sanguíneos expostos. Para essa função, são empregadas pinças, com uma infinidade de tamanhos e nomenclaturas, não raro emprestadas dos seus inventores, como as pinças Rochester e Kelly.

As pinças para hemostasia podem ser classificadas como traumáticas e atraumáticas e pela sua natureza ou duração, podendo ser temporária ou definitiva; corretiva ou preventiva.

De preensão

Nessa categoria, encontram-se as pinças destinadas a segurar ou manter suspensos órgãos e vísceras. Como exemplos desse tipo de instrumento temos as pinças de Allis, para preensão de intestinos; de Backaus ou as de Kocher, para preensão aponeurótica.

De separação

Sua função, como o próprio nome já sugere, é proporcionar melhor visibilidade às reentrâncias onde se realizam as cirugias. São divididos em dinâmicos e autoestáticos.

De síntese

Empregados para suturas, são as agulhas destinadas a dar pontos, grampos e adesivos dermatológicos para recuperação de ferimentos.

De campo

São as pinças utilizadas para delimitar a área em que será realizada um cirurgia, compostos por equipamentos para laparoscopia e aspirador ou irrigador para manter “limpa” a região a ser operada, livre de fluidos orgânicos.

A Axiste Materiais Cirúrgicos disponibiliza ampla variedade de equipamentos e instrumental para cirurgia no Rio de Janeiro. Faça contato em http://www.axiste.com.br/contato/ e saiba mais!