14 de junho – Dia Mundial do Doador de Sangue

14 de junho – Dia Mundial do Doador de Sangue

Em 14 de junho é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue! A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2014 com o objetivo de homenagear e, ao mesmo tempo, agradecer a todos os doadores de sangue que ajudam a salvar vidas diariamente, em vários lugares ao redor do mundo.

Além de comemorar o dia do doador de sangue, a data celebra o aniversário de Karl Landsteiner, prêmio Nobel pela descoberta do sistema de grupo de sangue ABO. A cada ano, um país é escolhido como anfitrião para comemorar a data.

Doações de sangue no mundo

De acordo com a OMS, são obtidas mais de 81 milhões de unidades de bolsas de sangue por ano no mundo. Porém, apenas 27 milhões, ou seja, 1/3 dessas unidades são colhidas em países de baixa e média renda, nos quais vivem 82% de toda população mundial.

A Organização alerta ainda que nesses países de baixa renda, mais de 43% das doações efetuadas pelos novos doadores são de origens pagas, ou são repostas por familiares dos pacientes. Assim, a data se torna ainda mais importante por alertar sobre a doação voluntária.

Em números gerais, os doadores regulares (que não são pagos e doam pelo menos duas vezes ao ano) são responsáveis por 37,6 milhões de unidades de sangue em todo o mundo. Desse total, 89% são de países de renda alta, o que reforça a necessidade de estimular uma porcentagem muito maior da população a doar com regularidade.

Quem pode ser doador de sangue

A Organização Mundial de Saúde lembra que uma doação pode salvar até quatro vidas, e qualquer pessoa pode ser um doador desde que se encaixe em algumas recomendações básicas. São elas:

  • Levar documento com foto.
  • Ter entre 18 e 60 anos.
  • Pesar a partir de 50 quilos.
  • Estar em bom estado de saúde.
  • Para homens, é preciso ter doado há pelo menos 60 dias; já para mulheres, há pelo menos 90 dias.
  • Não estar grávida.
  • Ter dormido pelo menos seis horas antes da doação.
  • Não estar sob efeito de bebida alcóolica.

Viu como é bastante simples fazer uma doação? Não são muitas as exigências. Qualquer um pode ser voluntário, numa atitude altruísta e essencial para salvar vidas.

Procedimentos para a doação de sangue

Ao tornar-se um doador de sangue, além de ajudar a salvar vidas, você não sente dor, pois o procedimento é simples, rápido, indolor e não prejudica a saúde. Na doação, são retirados cerca de 450 ml de sangue, em ambiente limpo, seguro e confortável, com todos os materiais descartáveis. O processo demora, em geral, menos de uma hora.

O sangue doado não passa dos 10% do volume que circula no corpo do doador, e a quantidade retirada é rapidamente reposta pelo organismo, sem a necessidade de qualquer mudança em sua rotina alimentícia ou qualquer outro hábito.

Apoio ao Dia Mundial do Doador de Sangue

Nós da Axiste materiais cirúrgicos no Rio de Janeiro apoiamos essa causa, pois temos consciência da importância da doação de sangue para a realização dos muitos procedimentos cirúrgicos feitos diariamente.

Comemore esta data da melhor forma possível: doando sangue!